O ousado e o belo: novas biografias de mulheres heróicas


  • A imagem pode conter livro e romance
  • A imagem pode conter Livro Pessoa Humana e Romance
  • A imagem pode conter anúncio de pessoa humana e pôster

Desde a intrigante realeza da Renascença a escritores habilidosos, as mulheres heróicas ganham uma vida audaciosa em uma série de novas biografias.

Evocando uma voz primorosamente azeda e definidora no cinema americano, ** Brian Kellow ’** sPauline Kael: uma vida no escuro(Viking) traça o próprio arco dramático do crítico de cinema, desde suas origens na fazenda de galinhas na Califórnia até seu papel fundamental na história do cinema, começando com sua primeira crítica paraO Nova-iorquino(sobreBonnie e Clyde) e levando a uma posição de poder e influência entre os grandes autores da década de 1970 que ela admirava, incluindo Altman, Coppola e De Palma. Uma espécie de precursor mais quente e picante de Angelina Jolie ganha uma volta de estrela em ** Emily W. Leider ’** sMyrna Loy: a única boa garota de Hollywood(University of California Press), que revisita a atriz (estranhamente esquecida, apesar de se tornar um sucesso de bilheteria garantido junto com William Powell emO homem magrosérie) e humanitário que foi descoberto por Rudolf Valentino.

A mulher que ensinou a Maquiavel como ser as regras maquiavélicas ** Elizabeth Lev ’** sA Tigresa de Forli: a condessa mais corajosa e notória da Itália renascentista, Caterina Riario Sforza de Medici(HMH), sobre o formoso gênio político do século XV, cujos talentos variavam de estratégia militar a questões de estilo, bem como um senso de publicidade tipo Kardashian - para não mencionar uma compostura que mostrou melhor efeito enquanto estava preso nas masmorras de Cesare Borgia. Da mesma forma de aço na abordagem - embora menos glamourosa na aparência - foi 'a mulher mais notória da América', o assunto de ** Vivian Gornick ’** sEmma Goldman: a revolução como um modo de vida(Yale University Press), sobre o escritor e anarquista que passou a vida inteira em relacionamentos ruins, mas acreditava que o amor livre perseguido entre iguais nunca poderia terminar em ciúme ou subjugação. Realização intelectual a um enorme custo pessoal é o tema de ** Susan Hertog ’** sAmbição perigosa: Rebecca West e Dorothy Thompson, novas mulheres em busca de amor e poder(Ballantine Books), comparando as realizações extraordinárias de amigos de longa data (West como uma célebre romancista, crítica e jornalista cuja cobertura dos julgamentos de Nuremberg a tornou famosa; Thompson como a primeira mulher chefe de uma agência de notícias europeia, uma das primeiras a soar o alarme sobre Hitler) e dificuldades privadas (o caso torturado de West com HG Wells; o casamento de Thompson com Sinclair Lewis). Mais atualmente, o aclamado romancista e ativista-jornalista excitante ** Arundhati Roy ’** sCaminhando com os camaradas(Penguin) expõe as violentas contradições do boom econômico da Índia nesta crítica apaixonada à campanha do governo contra os insurgentes nas terras tribais de seu país, encontrando poucas alternativas para aqueles que se voltam para a violência: 'Pessoas famintas podem fazer greve de fome?'

Trabalhar juntos é a chave para a sobrevivência em ** Caroline Moorehead ’** sUm trem no inverno: uma história extraordinária de mulheres, amizade e resistência na França ocupada(Harper), que entrelaça os destinos das mulheres integrantes do comboio francês de prisioneiros políticos com destino a Auschwitz, cujo desafio e simpatia mútua é uma das grandes histórias não contadas da Segunda Guerra Mundial. E um lançamento bem-vindo do clássico feminista de Jean StrouseAlice James: uma biografia(NYRB), com um prefácio de Colm Tóibín, revive a frágil e brilhante irmã de Henry James, cujo diário e cartas postumamente publicados revelaram um humor vívido e as profundas restrições de sua vida, preservada como ela era do tipo de educação de que seus irmãos se beneficiaram. “Eu me considero uma das criações mais potentes do meu tempo”, Alice escreveu, tarde na vida, com pungente aspereza, “e embora eu possa não ter um grupo de estudantes de Harvard sentados aos meus pés bebendo a verdade psíquica, eu não devo tremer, eu lhe asseguro, no último trunfo. '

Clique aqui para ler 'Machos Alfa: Biografias dos Homens por Trás dos Mitos.'