Música facial 'para lidar com a dor e o estresse'

Pesquisadores da Glasgow Caledonian University estão trabalhando em um guia para o uso de melodias musicais como medicamento.

Quer aliviar a dor ou vencer o estresse? Encare a música, dizem os cientistas.

Uma equipe da Glasgow Caledonian University, no Reino Unido, que está realizando o primeiro estudo detalhado sobre como a música contemporânea faz as pessoas se sentirem, afirma que suas descobertas podem ajudar a transformar a música em medicina. Na verdade, os resultados fornecerão um guia detalhado de quais tipos de melodia podem ajudar a combater a dor, aliviar o estresse e até mesmo vencer a depressão, dizem os cientistas.



O Dr. Don Knox, que lidera a pesquisa, disse: O impacto de uma peça musical em uma pessoa vai muito além do que pensar que um andamento rápido pode levantar o humor e um lento pode derrubá-lo.



A música expressa emoção como resultado de muitos fatores. Isso inclui o tom, a estrutura e outras características técnicas de uma peça. As letras também podem ter um grande impacto. Mas o mesmo pode acontecer com fatores puramente subjetivos: onde ou quando você o ouviu pela primeira vez, se você o associa a acontecimentos felizes ou tristes. Nosso projeto é o primeiro passo para levar em conta todas essas considerações e a forma como elas interagem.

Os cientistas têm tocado uma série de músicas para voluntários e pedido que marquem em um gráfico o quanto isso os faz sentir positivos ou negativos. Isso é então combinado com o volume e a velocidade da música, relatou o ‘Daily Express’.



O projeto de três anos visa criar uma equação matemática que explique como diferentes tipos de música fazem as pessoas se sentirem, dizem os cientistas.

O artigo acima é apenas para fins informativos e não se destina a substituir o conselho médico profissional. Sempre procure a orientação de seu médico ou outro profissional de saúde qualificado para qualquer dúvida que possa ter sobre sua saúde ou condição médica.

melhores arbustos para o lado da casa