A violência doméstica pode afetar o bebê no útero

Os pesquisadores descobriram que a violência doméstica pode afetar as crianças antes mesmo de nascerem.

M_Id_407738_Pregnant_WomanOs pesquisadores descobriram que a violência doméstica pode afetar as crianças antes mesmo de nascerem.

Os pesquisadores descobriram que a violência doméstica pode afetar as crianças antes mesmo de nascerem.

Crianças nascidas de mulheres grávidas vítimas de abuso podem apresentar sintomas de traumas emocionais e comportamentais no primeiro ano de vida.



Os sintomas incluem pesadelos, assustar facilmente, ser incomodado por ruídos altos e luzes brilhantes, evitar o contato físico e ter problemas para ser feliz.



Para as mães, saber que a experiência pré-natal de violência doméstica pode prejudicar diretamente seus bebês pode ser um poderoso motivador para ajudá-las a sair de tais situações de abuso, disse a coautora do estudo Alytia Levendosky, professora de psicologia da Universidade Estadual de Michigan, nos Estados Unidos.

O estudo com 182 mães, com idades entre 18 e 34 anos, descobriu uma relação surpreendentemente forte entre o abuso pré-natal de uma mãe por um parceiro masculino e os sintomas de trauma pós-natal em seus filhos.



O abuso pré-natal pode causar mudanças nos sistemas de resposta ao estresse da mãe, aumentando seus níveis do hormônio cortisol, que por sua vez pode aumentar os níveis de cortisol no feto, acrescentou Levendosky.

aranha marrom com listra preta nas costas

O cortisol é neurotóxico, por isso tem efeitos danosos no cérebro quando elevado a níveis excessivos, disse Levendosky.

O estudo foi publicado na revista Child Abuse & Neglect.



O artigo acima é apenas para fins informativos e não se destina a substituir o conselho médico profissional. Sempre procure a orientação de seu médico ou outro profissional de saúde qualificado para qualquer dúvida que possa ter sobre sua saúde ou condição médica.